Anúncio
SAÚDE

Com a chegada das altas temperaturas, entenda a leishmaniose e saiba como prevenir

Prevenção deve ser feita por meio de combate ao mosquito transmissor

26/11/2019 16h24
Por: Redacao
602
A transmissão da leishmaniose visceral se dá a partir da picada do mosquito-palha
A transmissão da leishmaniose visceral se dá a partir da picada do mosquito-palha

Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil possui 90% dos casos de leishmaniose visceral da América Latina. Pouco conhecida nos grandes centros urbanos, a doença acomete humanos e é uma das que mais afeta os cães no Brasil, principalmente na primavera e verão. Por isso, os cuidados com a saúde humana são também essenciais para os animais.

A transmissão da leishmaniose visceral se dá a partir da picada do mosquito-palha (Lutzomyia longipalpis – principal vetor) infectado pelo protozoário Leishmania chagasi. Nas regiões urbanas, o cachorro é o principal hospedeiro da doença, já que também pode ser picado pelo inseto.

Apesar disso, o cão não transmite a doença diretamente para os humanos, mas serve de reservatório da doença. Segundo Márcio Barboza, médico-veterinário e gerente técnico Pet da MSD Saúde Animal, um mosquito pode picar o animal infectado e em seguida as pessoas com quem ele convive, completando assim o ciclo de transmissão e infecção para os humanos. Por esse motivo, proteger o animal é proteger toda a família.

Como prevenir

Segundo o especialista, medidas preventivas são essenciais para o controle da leishmaniose. “O ideal é que, estando ou não em uma área endêmica, o cão seja protegido com a coleira antiparasitária e esteja com a vacinação em dia. Além disso, é importante manter a limpeza do ambiente e do abrigo do animal para manter o mosquito afastado”, afirma Marcio Barboza.

O mosquito transmissor da doença tem preferência por locais ricos em matéria orgânica, plantas e árvores. Para aqueles que moram em ambientes mais arborizados, recomenda-se também o uso de telas finas ao redor do abrigo do cão, mantendo-o nesse local durante o entardecer e à noite, período em que os mosquitos costumam atacar mais.

Sintomas, diagnóstico e tratamento

A enfermidade pode causar problemas dermatológicos no cachorro, como pelagem falha e opaca e perda de pelos em focinhos, orelhas e região dos olhos; diminuição de peso repentina - mesmo sem a alteração de apetite -; anemia; apatia; vômitos e diarreia.

Marcio Barboza ressalta que o diagnóstico, muitas vezes, não deve ser baseado em um único exame e o médico-veterinário é o único profissional habilitado a fazê-lo, bem como indicar terapia e cuidados preventivos adequados. A visita periódica à clínica veterinária é essencial, já que muitos cães podem estar doentes e o tutor não perceber.

Após o diagnóstico a doença pode ser tratada com a administração de medicações que reduzem as chances de transmissão do parasita a outros animais e humanos. “Apesar de haver tratamento, é muito melhor prevenir do que remediar. Após a infecção, o tratamento da doença exige um alto investimento financeiro e não traz a cura – apenas melhora os sintomas e diminui a carga parasitária”, alerta o médico-veterinário.

Sobre a MSD Saúde Animal

Há mais de um século, a MSD – empresa biofarmacêutica líder global – tem promovido a inovação para a melhoria da vida das pessoas, apresentando medicamentos e vacinas para muitas das doenças mais desafiadoras do mundo. A MSD Saúde Animal, uma divisão da Merck & Co., Inc., é a unidade global de negócios de saúde animal da MSD. Por meio do seu compromisso com a Ciência para Animais mais Saudáveis®, a MSD Saúde Animal oferece a médicos-veterinários, pecuaristas, donos de pets e governos uma grande variedade de produtos farmacêuticos veterinários, vacinas, soluções e serviços de gerenciamento de saúde, além de um conjunto de produtos voltados à identificação, à rastreabilidade e ao monitoramento digital. A MSD Saúde Animal é dedicada a preservar e melhorar a saúde, o bem-estar e o desempenho dos animais e das pessoas. Investe amplamente em recursos de P&D e em uma cadeia de suprimentos moderna e global. A empresa está presente em mais de 50 países e seus produtos estão disponíveis em cerca de 150 mercados. Para mais informações, visite www.msd-saude-animal.com.br ou acesse as páginas no Facebook e no LinkedIn.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ponta Porã - MS
Atualizado às 02h12
16°
Muitas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 15°
16°

Sensação

14.6 km/h

Vento

45.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Prefeitura Municipal de Amambai
Câmara Municipal de Ponta Porã
Municípios
Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Últimas notícias
Mais lidas