Segunda, 23 de setembro de 2019
Mato Grosso do Sul - (67) 99257-6730
Política

29/03/2019 às 11h06 - atualizada em 29/03/2019 às 11h15

942

Redacao

Ponta Porã / MS

Os "Odilons" podem estar arrumando as malas para deixar o PDT
São cogitações nos bastidores políticos da Capital: Jamilson e Dagoberto já colocam seus nomes à disposição

PDT


As grandes figuras do PDT nas eleições do ano passado foram os ‘Odilons’ – pai e filho – nenhum dos dois se elegeu e agora começam as cogitações de que estariam fazendo as malas para deixar o partido. Eles não confirmam, mas a coluna conferiu que dentro das hostes pedetistas tem muita gente rezando para que os mesmos passem a respirar outros ares, estão desejando até boa sorte.


PDT, AINDA


O deputado estadual Jamilson Name informou que Odilon Júnior deixou a liderança do prefeito Marquinhos Trad na Câmara Municipal de Campo Grande. Acredita que seria um indicativo de que o vereador estaria com outros projetos os quais não batem com os do PDT. O próprio Name confirma que saindo os ‘Odilons’ o seu nome será colocado à disposição para disputar as eleições municipais na Capital em 2020. Dagoberto, único eleito para a Câmara Federal pelo PDT, também disse que topa disputar. É esperar para ver.


BELA VISTA


Um leitor de Bela Vista nos enviou e-mail reclamando que a situação das ruas e estradas lá daquele município estão um verdadeiro caos. Ele disse que em muitos locais não passa nem tatu de chuteira. São caminhões, carros e até tratores atolados. A coisa está tão brava que até os animais estão ficando atolados. Ele enviou uma foto de uma vaca que caiu numa cratera e ficou toda arrebentada. O pobre animal ficou praticamente só com a cabeça de fora e foi preciso ajuda para sair do local. O prefeito Reinaldo Piti não estaria fazendo a manutenção das ruas e estradas e isso está causando sérios transtornos para a população. Aí é bravo.


REITORIA


A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) fará eleição para o novo reitor e vice-reitor no próximo dia 6 de junho, conforme divulgação do Diário Oficial do Estado em sua edição de ontem. A gestão é de quatro anos, de 2019 a 2023. As candidaturas poderão ser confirmadas no dia 22 de abril das 14h às 20h. A divulgação da lista de candidatos acontece no dia 27 abril até às 17h, com recebimento das impugnações nos dias 29 a 30 de abril até às 17h e homologação das inscrições e divulgação do resultado das impugnações nos dias 2 e 3 de maio até às 17h.


CAMPANHA


O período para a campanha eleitoral de reitor e vice-reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul para o 1º turno é de 4 de maio a 4 de junho, com período para divulgação de pesquisa eleitoral de 9 de maio a 4 de junho e votação em 1º turno no dia 6 junho. A divulgação do resultado oficial da apuração dos votos em 1º turno pela Comissão Eleitoral acontece no dia 8 de junho. O período para a campanha eleitoral em um eventual segundo turno será do dia 14 de junho a 1º de julho, com divulgação de pesquisa eleitoral de 15 junho a 1º de julho. A votação em 2º turno acontece em 3 de julho e divulgação do resultado oficial da apuração dos votos em 2º turno pela Comissão Eleitoral no dia 8 de julho.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Política com Edilson José

Política com Edilson José

Blog/coluna Assuntos políticos de Mato Grosso do Sul
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium