Anúncio
POLÍTICA

Azambuja defende esforço concentrado para assegurar ressarcimento da Lei Kandir

Azambuja afirmou que os estados vêm acumulando perdas e que os governadores precisam pressionar o governo federal

07/08/2019 18h34
Por: Redacao
1.295
Segundo o governador existe intenção do Ministério da Economia de acabar com a Lei Kandir e que é importante garantir o ressarcimento antes que isso aconteça
Segundo o governador existe intenção do Ministério da Economia de acabar com a Lei Kandir e que é importante garantir o ressarcimento antes que isso aconteça

A criação de uma força-tarefa para assegurar o recebimento dos ressarcimentos previstos na Lei Kandir foi defendida pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. Ele participou ontem do VI Fórum Nacional de Governadores, em Brasília.

Os governadores criaram uma comissão especial no Fórum Nacional para assegurar o ressarcimento e garantir autonomia aos estados no Pacto Federativo. A Lei Kandir prevê que a União compense os Estados pelo ICMS que deixa de ser arrecadado com a desoneração das exportações.

Reinaldo Azambuja afirmou que os estados vêm acumulando perdas e que os governadores precisam pressionar o governo federal para receber o montante ainda neste ano.

“Vamos montar essa equipe. Eu gostaria que Mato Grosso do Sul fizesse parte porque nós estamos tendo uma grande perda e está aumentando a cada ano, conforme aumentam as exportações dos produtos e das commodities. Eu entendo que nós temos que ter uma força-tarefa 2019 para tentar um PLN [Projeto de Lei do Congresso Nacional] que coloque para ressarcir a Lei Kandir. Se não, nós vamos, de novo, ficar sem nada”, afirmou o governador.

Ele disse ainda que existe uma sinalização do Ministério da Economia para acabar com a Lei Kandir e que é importante garantir o ressarcimento antes que isso aconteça.

Como resultado do evento, os governadores elaboraram uma carta em que defendem a necessidade de garantir tratamento previdenciário uniforme em todo o País e os pagamentos da Lei Kandir referentes a 2018 e 2019.

Ainda no VI Fórum Nacional, os governadores debateram a Reforma Tributária. De Mato Grosso do Sul, também participam os secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e especial de Relações Institucionais e Assuntos Estratégico, Pedro Chaves.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ponta Porã - MS
Atualizado às 22h13
20°
Muitas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 22°
20°

Sensação

12.7 km/h

Vento

84.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Prefeitura Municipal de Amambai
Câmara Municipal de Ponta Porã
Municípios
Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Últimas notícias
Mais lidas