Anúncio
POLÍTICA

“Morte de indígena é um sintoma perturbador do crescente problema de invasão de terras”, diz ONU

Declaração foi feita pela alta comissária para os direitos humanos da Organização das Nações Unidas, Michelle Bachelet

30/07/2019 06h17
Por: Redacao
1.081
A alta comissária para os direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Michelle Bachelet
A alta comissária para os direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Michelle Bachelet

A alta comissária para os direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Michelle Bachelet, disse que o assassinato do líder do povo indígena Wajãpi, no Brasil, “é trágico e repreensível por si só”.

Ela destacou que a morte do líder indígena é “um sintoma perturbador do crescente problema de invasão de terras indígenas, especialmente florestas, por mineiros, madeireiros e agricultores” no país.

Bachelet criticou a proposta pelo governo brasileiro de abrir mais áreas da Amazônia para a mineração. Segundo a alta comissariada, a medida pode levar a incidentes de violência, intimidação e mortes na região. Segundo Bachelet, as autoridades precisam dar uma resposta rápida e levar à Justiça os responsáveis pela morte do cacique.

“É essencial que as autoridades reajam rapidamente e eficazmente para investigar este incidente e levar à justiça todos os responsáveis, em total conformidade com a lei”, disse Bachelet. “A proteção dos povos indígenas e da terra em que vivem tem sido uma questão importante em todo o mundo, não apenas no Brasil”, acrescentou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ponta Porã - MS
Atualizado às 21h29
20°
Muitas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 22°
20°

Sensação

12.7 km/h

Vento

81.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Prefeitura Municipal de Amambai
Câmara Municipal de Ponta Porã
Municípios
Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Últimas notícias
Mais lidas