Sábado, 04 de Dezembro de 2021
Mato Grosso do Sul (67) 99257-6730
Dólar comercial R$ 5,65 0%
Euro R$ 6,39 0%
Peso Argentino R$ 0,06 +0.02%
Bitcoin R$ 289.112,16 -10.542%
Bovespa 105.001,16 pontos +0.51%
Economia RURAL

Safra de milho deverá puxar super produção de grãos no próximo ano

A colheita deve ser puxada pelo milho, após uma queda grande na safra do grão deste ano, diz IBGE

12/11/2021 09h37
233
Por: Redacao
A colheita deve ser puxada pelo milho, após uma queda grande na safra do grão deste ano, diz IBGE
A colheita deve ser puxada pelo milho, após uma queda grande na safra do grão deste ano, diz IBGE

A primeira estimativa para a safra agrícola de 2022, divulgada ontem (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), prevê a produção de 270,7 milhões de toneladas de grãos, cereais e leguminosas.  

De acordo com o instituto, se os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) forem confirmados, será um recorde da série histórica, iniciada em 1975, com um aumento de 7,8% em relação às estimativas deste ano, o que representa 19,5 milhões de toneladas a mais.

A expectativa do IBGE é que a produção seja puxada pelo milho, após uma queda grande na safra do grão deste ano, por causa do atraso do plantio da segunda safra e da falta de chuvas nos principais estados produtores. Para 2022, a previsão é de alta de 11,1% para a primeira safra, com 2,8 milhões de toneladas, e de 26,8% para a segunda safra, com 16,2 milhões de toneladas.

Segundo o gerente da pesquisa, Carlos Barradas, além da previsão de normalidade climática para o próximo ano, a alta do dólar incentiva os produtores de commodities.

“Outra razão para a perspectiva de recorde diz respeito à questão econômica. Apesar do aumento dos custos de produção, os preços das commodities agrícolas como milho, trigo e soja estão altos, ajudados pela valorização do dólar, fazendo o produtor aumentar o plantio e investir mais nessas lavouras”, explica.

O instituto prevê crescimento de 0,8% na produção de soja, com 1,1 milhão de toneladas a mais; de 2,4% no algodão herbáceo em caroço, com 84,9 mil toneladas, 12,8% no sorgo, com 302,4 mil toneladas; 6,9% no feijão primeira safra, com 80,9 mil toneladas, e aumento de 9,8% no feijão segunda safra, com previsão de 101 mil toneladas.  

Por outro lado, a pesquisa estima quedas nas produções do arroz, de 3,9% ou 451,6 mil toneladas; do feijão terceira safra, de 0,9% ou 5,1 mil toneladas, e do trigo, de 10% ou 785,8 mil toneladas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Porã - MS
Atualizado às 12h49 - Fonte: Climatempo
30°
Alguma nebulosidade

Mín. 22° Máx. 34°

33° Sensação
19 km/h Vento
59% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (06/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias