Sábado, 04 de Dezembro de 2021
Mato Grosso do Sul (67) 99257-6730
Cidades SEM ENERGIA

Falta de energia elétrica castiga comunidade de Lagunita

Pequenos produtores rurais sofrem com perdas de produtos devido a falta constante de energia elétrica depois do temporal de outubro

06/11/2021 19h46 Atualizada há 4 semanas
391
Por: Redacao Fonte: Edilson José Alves
Edinho Quintana disse que está lutando para Energisa atender comunidade de Lagunita, em Ponta Porã
Edinho Quintana disse que está lutando para Energisa atender comunidade de Lagunita, em Ponta Porã

 

Famílias moradoras da zona rural na região de Lagunita, em Ponta Porã, continuam sendo castigadas com a constante oscilação e falta de energia elétrica em suas propriedades. Muitas famílias estão perdendo leite, frangos, ovos entre outros produtos em virtude da constante falta de energia. Com vários protocolos pedindo providências junto a Energisa, todos afetados, chacareiros, assentados, sitiantes e fazendeiros, aguardam por uma solução o mais rápido possível para acabar com os transtornos e evitar tantos prejuízos.

De acordo com as famílias da agricultura familiar, desde o mês passado quando uma tempestade atingiu a região sul do Estado e fronteira com o Paraguai, que a comunidade de Lagunita não teve mais sossego. Os pequenos produtores todos os dias reclamam que em virtude da falta de energia estão deixando de conservar seus produtos e estão sofrendo diversos tipos de prejuízos. “Não tem como manter leite resfriado ou manter frangos, peixes ou carnes congeladas. Precisamos de providências urgentes”, disse uma moradora.

O vereador de Ponta Porã, Edinho Quintana (PSDB), disse que por várias vezes esteve com moradores de Lagunita e que a situação é realmente muito preocupante. “As famílias estão ficando sem trabalhar e, pior, estão perdendo o seu ganha pão que vem através de produzir, conservar os produtos para depois levar para comercialização na cidade. Sem energia não tem como conservar nada”, disse o parlamentar.

Quintana disse que vem acompanhando o drama da comunidade que tem feito constantes reclamações junto a Energisa, mas nunca aparece uma solução de fato para o problema. “Na quinta-feira que vem vamos levar a coordenadora do Procon de Ponta Porã para conversar com as famílias afetadas. Queremos que a comunidade repasse direto aos responsáveis pela defesa dos consumidores essa sensação de angústia que todos tem de estar perdendo o que produzem e deixando de arrecadar recursos que no final do mês representam o pagamento do supermercado, da farmácia e também da luz, afinal de contas se não pagam o fornecimento é interrompido. Vamos continuar cobrando providências e respeito da Energisa com todos os consumidores da zona rural e também da área urbana de Ponta Porã”, destacou Edinho Quintana.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Porã - MS
Atualizado às 13h44 - Fonte: Climatempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 34°

34° Sensação
15 km/h Vento
55% Umidade do ar
90% (6mm) Chance de chuva
Amanhã (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (06/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias